Eixos de trabalho

Serão bem acolhidas propostas de trabalho que vão ao encontro deste desafio e que se enquadrem nos seguintes eixos temáticos:

Eixo 1: Ativismo, Comunicação Intercultural, Mudança Social

Pesquisa na interseção de três dimensões chave da vida contemporânea. A diversidade nas questões da representação dos temas e autores. O pluralismo e a ousadia na teoria e na metodologia dos estudos das ciências da comunicação. A exploração dos limites entre teoria e prática e entre academia e ativismo, incentivando e facilitando diálogos e engajamentos sociais.

(exemplos de áreas temáticas: Comunicação Intercultural, Género e Sexualidades, Comunicação Política, Comunicação de Ciência)

Eixo 2: Média e Literacias

A área das literacias e das suas relações com os media é um campo em crescimento com uma premente necessidade de desenvolver e aumentar o número de estudos. Os recentes temas da pandemia e as formas como ela afetou a nossa (des)informação ou o futuro da literacia mediática em termos de algoritmos e inteligência artificial, são apenas alguns dos temas que este eixo convoca.

(exemplos: Estudos Televisivos, Rádio e Meios Sonoros, Jornalismo e Sociedade, História da Comunicação, Comunicação e Educação, Retórica, Economia e Políticas da Comunicação, Públicos e Audiências)

Eixo 3: Comunicação Visual, Tecnologia, Cultura

Investigação em criação, processamento, função, significado e consequências críticas da representação visual. Análises visuais fundamentadas solidamente na teoria e na metodologia visual. Aprofundar a compreensão do visual em todas as suas formas – televisão, vídeo e cinema, arte e design, media impressa e digital.

(exemplos: Cibercultura, Estudos Fílmicos, Cultura Visual, Semiótica, Ciência da Informação)

Eixo 4: Estratégias de Comunicação, Publicidade, Território

Vários autores têm chamado a atenção para a ascensão das relações públicas e do marketing enquanto processos de inserção da publicidade nas estratégias de comunicação integrada. Esta transformação abre um interessante campo de análise multidisciplinar sobre “discurso” e “prática” comunicacional em constante adaptação aos meios e aos públicos.

(exemplos: Comunicação organizacional e institucional, Publicidade, Turismo e Territórios)

Eixo 5: Ciberjornalismo

A reconfiguração do papel de mediação e da sua relação com as fontes enfrentado pelo jornalismo digital, juntamente com a atualização constante, abundância de informações e inovação em formatos, géneros e dispositivos de consumo, abrem um conjunto de interessantes possibilidades de investigação e inovação, tanto profissional quanto académica que este eixo procura reportar.

Eixo 5: Ciberjornalismo (Congresso Internacional de Ciberjornalismo – ObCiber)